Experiências de Colportagem 01

Publicado: 14/08/2011 em Colportagem
Tags:


Algumas experiências que aconteceram com o Vinicius na campanha de Inverno 2011 em Araucária – PR.

– Uma mulher disse que tinha sonhado que Deus tinha dado uma chave para ela, e no dia da visita da colportora quando viu o livro “Tempo de Esperança”, disse que se lembrou do sonho, e sentia que aquela era a chave que Deus tinha entregado no sonho. O detalhe, ela era evangélica, e esse livro fala sobre o Sábado.

– Dando assistência, visitamos um rapaz que era muito simpático, chamado Sergio. Ele gostou muito dos livros, mas disse que não poderia comprar, estava bem decidido, mas disse que ajudaria na compra de uma revista. Foi para um outro cômodo da casa para pegar o dinheiro, e quando ele voltou, disse que ficaria com um livro. Não tenho duvidas que Deus tocou seu coração pela compra enquanto ele foi buscar o dinheiro.
– Certo dia visitamos uma senhora, chamada de Vera. Por mais que ela gostou muito do material, disse que não teria como comprar, pois o marido estava desempregado. Depois de dois dias o colportor passando pelo seu campo de trabalho, ouve alguém chamando. Quando ele vê é a dona Vera, falando que tinha decidido ficar com a coleção completa!

Muitas vezes vemos a atuação de Deus ao vender algo, mas muitas vezes também vemos a atuação demoníaca…
– Em nossa campanha, teve uma colportora chamada Jaqueline que passou por duas provações. A primeira foi quando um cachorro a mordeu que chegou até a rasgar sua roupa. A outra foi um dia que estava finalizando a venda de uma coleção para uma mulher e bem na hora que estava anotando os dados do cartão chega o marido e quebra o cartão de credito! Nossa batalha é contra as potestades!
– Em toda oferta do material, tem um momento muito especial, que é o momento do apelo emocional, ou seja, falamos que somos estudantes e que através da Colportagem podemos conseguir o sonho de estar na faculdade. Em um desses apelos que fiz para uma mãe, chamada Eliane, assim que terminei ela começou a chorar… mas chorou muito! Ela se emocionou porque eu disse que não tinha uma mãe para me apoiar nos estudos, que não era uma mãe preocupada como ela. Nisso ela abriu o coração e disse que estava passando por uma separação e precisava muito do nosso material. Vendemos para ela um livro chamado de Mente Positiva. Ela amou o material e disse que era exatamente o que ela precisava.
– A colportora (Larissa) tinha voltado cedo para casa. Estava desmotivada! Eu cheguei e conversei um bom tempo com ela. Tentei a motivar a desafiando e ela saiu para mais uma oferta. Ela disse que só iria dar mais uma oferta e queria ver se Deus a ajudava, mas nem ela mesma acreditava nisso, pois não tinha alcançado seus alvos diários… Na Colportagem temos 3 alvos: ofertas, horas trabalhadas e vendas. E a Larissa em sua ultima oferta, vendeu para uma pessoa que já tinha comprado um de seus livros, uma coleção no valor total de R$ 480,00. Como o alvo dela era de R$ 600,00 e ela já tinha vendido um livro de R$ 120,00 durante o dia, conseguiu alcançar o seu alvo de vendas! Foi uma alegria muito grande, pois se ela tivesse ficado em casa e desistido, essa historia não existiria!

E teve essa também que aconteceu com um amigo que foi engraçada:
– Um velhinho já tinha 65 anos de casado e mesmo assim só chamava sua esposa de amorzinho, lindinha. Fiquei impressionado como ele a tratava bem… Nisso o parabenizei pelas atitudes e ele me confessou: na verdade é que eu esqueci o nome dessa desgraçada faz uns 40 anos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s